A História da MPB

A Invasão de Valores do Norte e Nordeste na Música Popular


     Quando, em 1974, a Rede Globo de televisão realizou o Festival Abertura, surgiu na música popular um nome que foi duramente criticado, em razão do arranjo imposto à música "Vou danado pra Catende", apresentada naquele festival. Trata-se de Alceu Valença. A partir de seu lançamento e do sucesso de Raimundo Fagner com Manera Frufru Manera, seu primeiro disco, os inúmeros valores do Norte e Nordeste invadiriam os grandes centros do país. Destacaram-se Belchior, Fafá de Belém, Zé Ramalho, Elba Ramalho, Tetê Spíndola, Robertinho do Recife, entre tantos outros. Estava, portanto, acontecendo um movimento renovador de qualidade na nossa música, para a qual tais valores trouxeram, de forma explosiva, uma nova bagagem, um novo som, um Nordeste mais moderno, desprovido do tradicionalismo da sanfona de Luiz Gonzaga. Esses novos artistas continuam encantando o público brasileiro, agora, em parte, aberto a todas as formas de expressão de nossa rica música.