A História da MPB

O "Pelo Telefone"


     Registrado na Biblioteca Municipal, em dezembro de 1916, por Ernesto dos Santos, o Donga, com o título de "Roceira", o "Pelo Telefone" tem até hoje sua autoria discutida pelos historiadores da música popular. A letra, de Mauro de Almeida, o "peru dos pés frios", satirizava com muita "atualidade" as proibições que se faziam em relação ao jogo, ditadas pelo delegado de polícia Aurelino Leal. O "Pelo Telefone" foi gravado pela primeira vez, em arranjo instrumental, provavelmente em janeiro de 1917. Em fevereiro do mesmo ano, surgiu a gravação de Baiano e o conjunto Odeon, em disco da Casa Edison nš 121.313. A "Pelo Telefone" caberia a vitória do novo ritmo, o samba.