A História da MPB

O Maxixe Suas repercussões na Sociedade como Dança Excomungada


     O Maxixe surgiu no Rio de Janeiro, por volta de 1875, nos forrós da Cidade Nova e nos cabarés da Lapa. Primeira dança genuinamente brasileira, do ponto de vista musical resultou da fusão do tango e da havaneira pela rítmica, da polca pela andadura, com adaptação da síncopa afro-lusitana. Era uma dança do povo, considerada imoral aos bons costumes da época, tendo sido muito perseguida pela Igreja, pela polícia, pelos educadores e chefes de família. Sua entrada nos salões elegantes das principais capitais brasileiras foi terminantemente proibida até que, em 1914, Nair de Tefé, primeira dama do país, esposa do então presidente Hermes da Fonseca, iria escolher um maxixe, o "Gaúcho" ou "Corta-jaca", de Chiquinha Gonzaga, para ser executado ao violão, nos jardins do Palácio do Catete, para escândalo de todo o país. O maxixe atingiria seu ponto culminante entre 1916 e 1919. A partir daí, iria decair.